Por que é importante se esforçar mais no trabalho?

Era uma vez um senhor carpinteiro que trabalhava em uma empresa de construção. Ele estava cansado e decidiu pedir ao seu patrão para se aposentar antes da hora. O patrão falou que tudo bem, mas antes teria de construir uma última casa. O carpinteiro viu-se obrigado a dizer que sim, então construiu a casa o mais rápido possível, fazendo pouco esforço, utilizando materiais de segunda classe e prestando pouca atenção aos detalhes. Quando ele terminou, o patrão entregou as chaves para ele na mão e disse sorrindo:

– Você acabou de construir o seu presente de aposentadoria.

Quando damos o mínimo e somos medíocres, acabamos perdendo. Porém quando encontramos novas formas de dar, descobrimos a paixão, a satisfação, e um sentido renovado do nosso próprio valor.

Através do trabalho interno e a expansão da consciência, mudar a atitude no trabalho torna-se ainda mais profundo. Quando nossa percepção vai além da visão individualista e egoísta, e o nosso senso de quem somos transcende os limites da nossa personalidade para abranger todos os seres é que conseguimos dar o melhor, sabendo que, na verdade, damos para nós mesmos.

Ferramentas e estruturas são necessárias para as empresas e a sociedade poderem funcionar. Todo mundo é igual. Todos somos iguais: perfeitos e merecedores do amor. Mas uma coisa é certa: temos habilidades diferentes, portanto desempenhamos certos papéis melhor do que outros.

Um bom líder inspira seus trabalhadores, sobre respeito, apreço e disposição para ouvir e seguir as instruções. Agora, se você está trabalhando para alguém arrogante, algum chefe preguiçoso egoísta, o que define você é como responde às situações. Em vez de criticar constantemente e reafirmar tudo o que está de errado com ele, encontre maneiras de dar dentro dessas circunstâncias. Invente jeitos de melhorar suas próprias reações na frente dos caprichos dele.

Veja se sente raiva ou sentimentos de injustiça e ressentimento, e encontre maneiras criativas para liberar esses sentimentos e ir além deles. Se você fizer isso – em vez de se ressentir com seu chefe – torne-se um exemplo de tudo o que seu chefe é incapaz de fazer; Talvez até termine substituindo ele!

Cada papel tem um valor dentro de uma empresa. Nós tendemos a acreditar que aqueles no topo são os mais importantes, mas quando encontramos a apreciação e o amor dentro de nós mesmos, é como uma nova linda coreografia no ballet. Cada bailarino é importante, não apenas o primeiro dançarino.

O fato de criar uma cultura corporativa que celebra o papel de cada trabalhador apoiará a criação de uma sociedade que abraça a diversidade e valoriza a unidade. Cada um de nós tem alguma coisa para acrescentar à grande sinfonia da vida. Somos todos muito valiosos.

Até a próxima semana!

Facebook Sistema Isha Judd

Encontre o filme da Isha Judd “Por que caminhar se você pode voar” no Netflix.

Fale com a gente por Whatsapp! +598 94 197 245

Entrevista realizada en: Somos Todos UM