Bem-vindo à última lição deste curso, o que significa que o tempo compartilhado juntos neste espaço de cura e de transformação está chegando no fim. No entanto, o crescimento que você pode experimentar através destes ensinamentos está apenas começando. As facetas que compartilhei com você são extremamente poderosas. Quanto mais praticá-las, mais consciente vai ser da profunda transformação acontecendo na sua vida. Eu as compartilho pois elas são aquilo que me levou à minha própria liberdade interior e compartilhá-las com todos é a maior alegria na minha vida.

Fique à vontade para perguntar qualquer coisa que for necessário sobre a prática.

Lembre-se que é importante sentir suas emoções: as facetas farão que elas subam à superfície para serem sanadas: quando isto acontecer, não tente se que seja diferente. No final desta parte encontrará um vídeo com dicas para praticar corretamente, procure este vídeo se tiver qualquer dúvida e encontrará as respostas.

Antes de ir embora, gostaria de compartilhar com você um texto inspirador que escrevi especialmente para este curso. O convite é que o leia todas as manhãs, antes de começar o seu dia: você pode imprimir e colá-lo no seu criado mudo ou na geladeira! Mas o mais importante é começar a ver os lugares onde você pode aplicar este conteúdo na sua própria vida, enquanto toma decisões cada vez mais conscientes e amorosas em cada momento. Tenha em conta que as ações que praticamos se desenvolvem na mesma medida em que nos enfocamos nelas. Portanto, não seja rígido e duro consigo mesmo, caso não consiga fazer direito no começo.

Meu enfoque do dia

Hoje eu escolho aquilo que me ajuda a aumentar minha consciência e traz mais amor em minha vida.

Escolho dizer a verdade.

Falando a verdade, não me abandono procurando aprovação no exterior.

Eu escolho ser vulnerável e completamente humano(a) e retirar minhas máscaras para conseguir me amar incondicionalmente. Eu escolho não me apegar na carência, pois a verdadeira natureza da consciência é dar.

Eu escolho soltar os meus apegos e vícios, que me dão uma falsa sensação de amor ilusório. Escolho escutar os que me rodeiam e acolher o que me dizem, inclusive quando não estou de acordo ou não entendo; a confiar que tudo o que se apresenta é uma oportunidade para avançar em minha viagem de autorrealização.

Hoje eu escolho o amor incondicional.

Imagine que quando você se olha no espelho, o rosto que está vendo é da pessoa que realmente ama.

Basta imaginar…

Com amor,

Isha Judd