Na semana passada, dedicamos nossa atenção à prática de uma faceta do Sistema Isha e aprendemos que é um método completo de autocura e expansão da consciência.

Praticamos pensando a faceta Louvor ao amor por esse momento em sua perfeição. (Atenção: profunda no coração) e mencionamos que não era necessário esforço. Fazemos isso com os olhos fechados pelo menos uma hora por dia, deitados ou sentados confortavelmente, relaxados, sem uma posição especial. Também pensamos a faceta com os olhos abertos enquanto realizamos nossas atividades diárias.

Mencionamos também que a prática nos ajuda a estar presentes no dia a dia, a superar medos, a melhorar relacionamentos, a ter mais clareza nas decisões, a experimentar um descanso mais profundo: uma transformação na qualidade do dia a dia em nossas vidas.

A mente dispara com pensamentos que vão ao passado ou ao futuro, mas é no presente onde encontramos mais clareza para criar e resolver dificuldades. À medida que realizamos essa prática, nos ancoramos no presente e nos encontramos com um sentimento de paz e realização interior, que estão lá no fundo como uma sensação gostosa.

Você também descobrirá que, se pensar na faceta com os olhos abertos durante atividades monótonas e chatas, como ficar em uma fila ou em um engarrafamento, fará com que você mantenha uma conexão interna, sem se estressar.

Como e quando praticar a atenção plena com os olhos abertos?

Este exercício permitirá que você observe em vez de se envolver e ficar tenso com o que está acontecendo ao seu redor. Você faz a prática fechando os olhos e pensando na faceta, depois se concentra em si mesmo, observando o que percebe – as batidas do seu coração, pensamentos, se vier algum, etc. – intercalando a faceta com esses espaços de observação consciente. Após cinco minutos, você abre os olhos mantendo essa conexão interna e ainda estará muito presente.

Faça esse exercício antes de iniciar suas atividades diárias e comece a usar as facetas com os olhos abertos, e isso irá ajudá-lo a manter essa experiência ao longo do dia. Você está assim escolhendo abraçar a perfeição do presente, em vez dos pensamentos habituais do passado e do futuro.

Em seguida, para reforçar a prática desse componente, se você se sentir estressado ou perdido nas emergências cotidianas, pare, feche os olhos e entre pra dentro com a faceta, conectando-se ao amor consciência por um minuto. Quando você se sentir mais ancorado em si mesmo, poderá abrir os olhos e continuar suas atividades pensando nas facetas e escolhendo esse espaço durante todo o dia, o máximo que puder. Este exercício o ajudará a estabilizar a experiência do amor consciência mais rapidamente em sua vida diária.

Hoje, exploramos como usar essa primeira faceta com maior profundidade. Aqui, dou a você a segunda faceta, cujo foco é a gratidão. Convido você a incorporá-la pouco a pouco depois de praticar a primeiro. Que tal?

Graças ao amor pela minha experiência humana em sua perfeição. (Você leva a atenção profundamente ao seu coração).

A maneira de usá-la será como você usa a primeira.