Se for o seu caso, será que já está percebendo que essa busca por algo externo sempre lhe faz sentir-se igual ou pior? Se sim, já está pronto para fazer uma mudança profunda: uma mudança de dentro para fora. Você só precisa dar o primeiro passo e verá como se renova. Verá como essa mudança profunda é um ato de amor a si mesm@. Vamos ver junt@s quais são os passos que podemos dar para alcançá-lo:

 

→ Aprender a se conectar com o que sente.

Em cada situação que surge, em vez de reagir ao primeiro impulso com defesa ou se fechar magoad@, você pode simplesmente se permitir sentir. Assim como nos comunicamos com os outros direcionando nossa atenção para o telefone, o WhatsApp ou o e-mail, comece a direcionar sua atenção para ouvir a si mesm@ interiormente. Feche os olhos e concentre-se no coração, que é um grande transmissor de sentimentos. A atenção está lá e, de repente, a conexão com o que sente é estabelecida. Você ficará surpres@ quando descobrir o que realmente está sentindo e a que nunca havia prestado atenção. Que ato de amor mais profundo é este! Amor a si mesm@, não mais abandono e transigência, não mais inconsciência do que está acontecendo com você, o próprio ser presente e vibrante. E é esse amor que você poderá dar aos outros.

 

→ Permitir-se ser vulnerável

Ou seja, ser honest@ e transparente com o que sente agora que aprendeu a se conectar com seu coração. Isso inevitavelmente levará à maturidade emocional e a criar o melhor para você e, como consequência, para o seu ambiente, curando a separação com os outros e consigo mesm@.

 

→ Falar sempre sua verdade, como crianças.

Aprendemos a mentir e manipular para receber aprovação. Mas ao ser vulnerável e estar conectad@ com seu coração, torna-se imprescindível falar sua verdade. Ir contra o que sente ou mentir agora é doloroso, porque você começa a perceber que está se abandonando. Expressar o que realmente sente a cada momento é muito libertador e dá às outras pessoas a oportunidade de serem verdadeiras também. Relacionamentos baseados na verdade serão ótimos, com um compromisso mais profundo.

 

Imagine se também ensinássemos nossas crianças a não perder esse aspecto que é natural neles!

Veríamos como os relacionamentos deles com outras crianças se transformaria em relacionamentos amorosos, abertos, de respeito e de modo algum destrutivos ou violentos. E assim cresceríamos com esses valores como fundamentos!

Todos esses passos são muito simples, mas verdadeiros e válidos. A vida é simples, somos nós humanos que a complicamos, porque nos separamos de nossa essência, de nossa conexão interior. E, finalmente, ao realizar essa mudança interior, você está aprendendo a se conectar consigo mesm@ para que tudo se alinhe e flua e, como consequência, possa agir a partir daí em sua vida cotidiana, fazendo uma grande diferença, uma mudança profunda.

Pratique esses simples passos e depois nos conte!

Lembre-se de que estamos oferecendo um seminário do Sistema Isha Online, um método completo que transformou a vida de milhares de pessoas em todo o mundo, e também temos retiros de autoconhecimento com Isha em nossos Centros no Uruguai e no México.