Há um lugar em que sentimos que não merecemos o melhor. É muito importante começar a acreditar. As mudanças são internas e somos nós que temos que fazer essas mudanças. A alegria é agora.

Nós evoluímos, vamos crescendo e mudando. As coisas nem sempre são exatamente como queremos, mas tudo que chega é para o nosso crescimento, para sermos mais, para termos mais experiências, para dar mais, para sermos mais maduros. A vida está sempre nos empurrando para frente. E quando você estiver pronto para perceber isso, todas as experiências viram boas experiências.

Quando você conhece a sua própria grandeza, vê nos outros a grandeza deles também, a qual ajuda eles a crescerem mesmo nas situações mais complicadas, virando criadores e não vítimas da vida. Se você se sentir afetado pelas coisas que lhe acontecem, precisa olhar profundamente para dentro e fazer seguinte pergunta: Por que estou sofrendo? É porque você ainda não sanou a própria vítima interna.

Quando você está parado no seu poder, reconhece o potencial de outras pessoas, a sua grandeza, e consegue vê-las como criadoras mestras, não pequenas vítimas que estão tristes ou sofrendo. Você pode ver que eles estão crescendo. E não é que você não se importa, claro que você se importa, você ama incondicionalmente, mas não daquele lugar de dizer “coitado”.

Para isso é preciso ir pro silêncio interno e não julgar. Os humanos sofrem porque estão sempre categorizando tudo, ou comparando, ou desejando estar em outro lugar. E as pessoas fazem isso nos níveis mais incríveis. Não importa quão abundantes eles sejam, estão sempre comparando e criticando. Por quê? Porque eles querem sofrer.

Atenção com o hábito de dizer: “Oh, meu bebê está triste, estou sofrendo por isso”. Por que você precisa estar sofrendo? Ele simplesmente está tendo uma experiência, a mesma experiência que você teve. Você também teve essas experiências! O que vai fazer? Proteger as pessoas que ama da vida? Ai o que acontece? Nada, eles não evoluem. Não proteja os seus filhos, não proteja as crianças de todo o seu potencial, capacite-os através do seu próprio poder pessoal.

Amar a si mesmo não é ser egoísta: é assumir a responsabilidade por sua própria felicidade, sua própria realização como pessoa. Enquanto você rejeitar e julgar a si mesmo, concentrando-se no que está errado com você, sempre precisará de alguma coisa dos outros: aprovação, aceitação, reconhecimento que você não dá a si mesmo.

Quando você se ama, estar com você mesmo é o suficiente, sua própria presença é um prazer. Você pode dar livremente aos outros, sem condições, sem necessidades, sem medo. Quando você se sente completo dentro de si mesmo, é uma alegria natural dar aos outros, porque você se sente completo, porque você está dando esse amor a você primeiro, e é esse mesmo amor que se espalha por todo o universo.

Participe num dos retiros de autoconhecimento no verão 2019 com a Isha, no Centro Isha Uruguai.

Fale com a gente pelo Whatsapp! (+598) 94 197 245

Artigo originado de: Somos Todos UM

Summary
As pessoas evolucionam, crescem, mudam
Article Name
As pessoas evolucionam, crescem, mudam
Description
Há um lugar em que sentimos que não merecemos o melhor. É muito importante começar a acreditar.
Author
Publisher Name
Isha
Publisher Logo